Notícias do Tocantins

Atualizado em: 28/04/2020 17:06:16

São Bento: “Capivara” surpreende a todos e reabre Câmara Municipal com Sessão Extraordinária marcada às pressas para aprovar Lei que autoriza o prefeito a realizar Concurso em plena crise do Coronavírus

O presidente teria ainda tentado ludibriar dois vereadores a assinar documento com data retroativa, atestando que a Comissão de Finanças teria analisado o projeto.

Por: Por Regilan Marinho

Compartilhe:

Comente

672 Visualizações

Crédito da imagem: Divulgação Internet

Vereadores de São Bento no plenário Sivaldo Borges .

Os vereadores, Adelsim e Ismailton foram pegos de surpresa no final da tarde desta segunda-feira (27) quando foram convocados para Sessão Extraordinária na Câmara Municipal de São Bento do Tocantins. A Casa de Leis estava fechada a dois meses, atendendo a OMS e ao Decreto em vigor do Poder Executivo Municipal, que proíbe aglomerações de pessoas em todo município.


 

Segundo Adelsim, quando chegou no plenário foi abordado para assinar um documento com dada de 23 de março, atestando ter analisado um Projeto de Lei que não havia passado pela Comissão de Finanças. Desconfiado, o edil descobriu que se tratava de um projeto que não foi analisando por nenhuma das comissões e seria apresentando e votado em três sessões, todas na noite desta segunda.


 

O Presidente “Capivara” queria a qualquer custo, autorização da Casa de Leis para o Executivo Municipal realizar concurso público em plena crise da pandemia e as vésperas de uma eleição municipal. Segundo o vereador, o presidente deveria ter enviado o projeto 24 dias antes, para a comissão (finanças) analisar e autorizar a votação em sessão, no entanto isso não aconteceu. Adelsim rebate ainda que a realização de um concurso em meio a uma crise de saúde mundial onde milhares de pessoas estão morrendo infectadas pelo Covid-19, traria sérios problemas para a população de São Bento, pois a cidade seria tomada por milhares de pessoas, vindas de todos os lugares colocando em risco a população do município a uma contaminação em massa.


 

O Parlamentar questionou ainda, o motivo da realização de um concurso sem nenhum critério, visto que será custeado pelos cofres do município, sendo que o momento é de cautela e contenção de gastos públicos.

 

 

Com a confusão, somente uma sessão foi realizada e como a situação é maioria, mesmo com tudo irregular foi aprovado, sendo marcado as outras duas sessões para esta terça-feira (28).


 Adelsim e Ismailton,  afirmaram a nossa reportagem que,  se o projeto for aprovado da forma em que está, os mesmos buscarão junto ao MPE a regularização,  conforme o Regimento Interno da Câmara de São Bento.


 

Veja os vídeos onde os dois Vereadores, protestam contra as irregularidades cometidas na sessão extraordinária desta segunda-feira (27).



 



O outro lado

 

A reportagem tentou contato com os citados, mas até o momento não tivemos respostas. O espaço continua em aberto. 







Recomendadas

Lajeado e Tocantínia vão receber mais de R$ 100 mil da Lei Aldir Blanc para cultura com auxílio de R$ 600 para artistas informais

Desaparecido

Morador de Tocantinópolis segue desaparecido desde o dia 21

Educação

Prefeitura de Lajeado lança plataforma com atividades para alunos da rede municipal

Covid-19

Servidora da Prefeitura de Lajeado testa positivo para covid-19, mas será contabilizado para Palmas

Tentando intimidar

Vereador de Lajeado volta a atacar reportagem do Poder Tocantinense e jornalista: vídeo mostra a verdade

Retalhação

Câmara de Lajeado solicita cidadão que questionou desempenho de vereadores em redes sociais para se esclarecer no Plenário. Será que estão querendo calar o povo?

Eleições 2020

Convenções Online são autorizadas pelo TSE

Tocantins

Editorias

Receba nosso boletim por e-mail

Nome

e-mail


Todos os Direitos reservados © Jornal Poder Tocantinense - 2017

Desenvolvido por Mundoweb - Inteligência Digital