Notícias do Tocantins
Operação Carne Fraca

Atualizado em: 19/03/2017 15:43:02

Lista de frigoríficos investigados na Operação Carne Fraca

Saiba quais são as empresas alimentícias que estão sob suspeita de vender carne estragada ou adulterada.

Por:

Compartilhe:

Comente

Crédito da imagem: Regilan Marinho

Dezenas de empresas são investigadas na Operação Carne Fraca


No último dia 17, o país foi surpreendido com a notícia de que a carne consumida diariamente por milhões de brasileiros estava sob suspeita. A Operação Carne Fraca, deflagrada pela #Polícia Federal, revelou que empresas alimentícias e frigoríficos do Sul, Sudeste e Centro-Oeste estavam vendendo carne vencida, estragada, contaminada por agentes cancerígenos e adulterada até com papelão.

Um escândalo que envolve donos de empresas alimentícias, políticos e fiscais sanitários. Dezenas de pessoas foram presas suspeitas de corrupção e mais de 20 estabelecimentos produtores de carne bovina, frango, salsicha, mortadela e até ração para animais estão sob suspeita de #fraude (algumas já confirmadas).

Ao todo são 21 unidades alimentícias brasileiras que estão sob investigação. Outras três fábricas foram fechadas por apresentarem problemas, incluindo a de adulteração na produção. Nestas fábricas a fraude foi confirmada. Entre elas está uma unidade da BRF, uma das maiores empresas alimentícias do Brasil, localizada na cidade de Mineiros, em Goiás. A BRF tem outras unidades sob suspeita, uma delas em Santa Catarina. Para quem não conhece, trata-se da empresa responsável pelas marcas Perdigão e Sadia.

As outras duas unidades que tiveram as portas fechadas pela PF na Operação Carne Fraca pertencem à Peccin. A confirmação da fraude ocorreu nas unidades de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina e em Curitiba, capital do Paraná. Em ambos os casos a fábrica foi fechada e interditada. As unidades da Peccin eram responsáveis pela produção de embutidos como salsichas e mortadelas.

A lista de frigoríficos suspeitos de adulterar e tentar disfarçar o mau cheiro da carne estragada com produtos químico é grande. Entre elas estão empresas menores. Mas o mais preocupante é o fato de grandes empresas, responsáveis por marcas bem conhecidas do consumidor brasileiro como #Friboi e Seara estarem na lista.

Veja a lista de empresas alimentícias e frigoríficos investigados na Operação Carne Fraca:

  • Artacho Casings
  • Big Frango
  • Breyer e Cia
  • BRF Brasil Foods (Dona da Sadia e Perdigão)
  • Brital (Indústria de couros)
  • Central de Carnes Paranaense
  • DaGranja Agroindustrial
  • Fábrica de farinha de carne Castro
  • Frango a Gosto
  • Fratelli
  • Frigobeto
  • Frigomax
  • Frigorífico 3D
  • Frigorífico Argus
  • Frigorífico Oregons
  • Frigorífico Rainha da Paz
  • Frigorífico Souza Ramos
  • JBS (Friboi, Seara e Swift)
  • Mastercarnes
  • Morretes (água mineral)
  • Novilho Nobre
  • Pavin Fertil
  • Peccin
  • Pecin Agroindustrial
  • Primor Beef
  • Santa Ana
  • Seara
  • Smartmeal
  • Sub Royal
  • Subway
  • Unidos
  • Unifrangos




620 Visualizações

Recomendadas

Itapiratins

Jovens de Itapiratins estão sendo beneficiados com o Projeto “Jovem em Ação: Meu primeiro emprego”

Incêndio

Base de combustível localizada entre Paraíso e Palmas é ameaçada por fogo

Demissões

Em Tocantínia Silvino demite 49 funcionários da Prefeitura e deixa famílias desesperadas

Ação Social

Encontro da Cidadania e Festa das Crianças de Itapiratins - XXI edição

Fama

Secretário de cultura denuncia que “lista de exigências” de Fernandinho é absurda

Absolvido

Justiça Eleitoral julga Improcedente Ação contra Prefeito de Lajeado Dr. Tércio

Lava Jato

PF encontra malas de dinheiro em imóvel que seria ligado a Geddel

Tocantins

Editorias

Receba nosso boletim por e-mail

Nome

e-mail


Todos os Direitos reservados © Jornal Poder Tocantinense - 2017

Desenvolvido por Mundoweb - Inteligência Digital